Segurança do trabalho e a responsabilidade das empresas de Facilities para com seus funcionários

Segurança do trabalho 18-set || Saúde e segurança

Segurança do trabalho é um tema discutido não só nas organizações, como também nas redes sociais e em outros meios de comunicação que utilizam de formatos de campanhas para alertar as pessoas contra as imprudências que diversas vezes são presenciadas no ambiente de trabalho.

Mas, engana-se quem pensa que assuntos relacionados à segurança do trabalho dizem respeito apenas aos riscos físicos que o funcionário pode, ou não, estar exposto. Atualmente as empresas têm tido grandes responsabilidades para com o cuidado de seus funcionários, atentando-se não apenas à segurança física, mas também à saúde mental desses indivíduos.

No artigo de hoje será abordada a importância da PSST e como se dá o seu funcionamento no ambiente organizacional, voltando os olhares às empresas de Facilities.

O que é PSST?

A saúde e a segurança do trabalhador dependem, essencialmente, da elaboração de planos de ações realizados pelas empresas e do monitoramento do cumprimento efetivo dessas normas pelos funcionários. Essas regras estão dispostas na “Política de Segurança e Saúde do Trabalhador” – a PSST.

Desse modo, a PSST é definida como um plano de ação que a empresa traça para prevenir a ocorrência de acidentes de trabalho e de instalações de doenças ocupacionais. O primeiro passo para a construção dessa política é selecionar uma equipe que represente os diferentes cargos presentes na instituição, por exemplo, uma equipe formada por gestores, analistas e cargos operacionais.

Como implantar a PSST na sua empresa?

Conforme citado acima, a empresa possui a responsabilidade de preocupar-se com os riscos que muitas vezes oferece ao seu funcionário. Antes que seu plano de ação saia do papel e atinja seus objetivos, é necessário adotar certas medidas, bem como:

Identificação de riscos presentes na organização:

Para cada setor presente na empresa, é necessária a realização de uma lista com possíveis riscos que o funcionário poderá estar exposto naquele ambiente, sejam eles físicos ou mentais. Dessa maneira, para exemplificar esse processo, veja um exemplo considerando um cargo presente no escopo de uma empresa de Facilities:

A auxiliar de serviços gerais, geralmente, trabalha em contato com produtos químicos e, em alguns casos, pode haver contato com ambientes e produtos que podem prejudicar a sua saúde, gerando um risco biológico ou químico.

Outro exemplo é o posto de segurança 24 horas. Um dos principais riscos identificados nesta função é o ergonômico, tendo em vista que o profissional desta área trabalha em uma jornada noturna que pode significar ritmo excessivo de trabalho ou monotonia.

No sentido de buscar-se a proteção dos colaboradores, existe a realização do “Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais” – o PPRA. Através deste instrumento exige-se das empresas melhores condições nos ambientes de trabalho, sendo dever da organização a identificação dos riscos presentes em cada setor da instituição e a definição de mecanismos de proteção à tais riscos.

Definição de EPI’s e realização de exames médicos- o PCMSO

Feita a análise de riscos, o próximo passo é realizar o mapeamento dos EPI’s – Equipamentos de Proteção Individual. Esses equipamentos atuam na redução e prevenção dos riscos à saúde dos funcionários. Cada função terá seus EPI’s específicos para garantir a integridade dos colaboradores.

Para que a empresa analise de maneira efetiva se os EPI’s provocam o efeito desejado, o funcionário deve realizar exames periódicos para acompanhar seu estado de saúde, avaliando se houveram falhas nos equipamentos de segurança e se estes são realmente adequados.

O PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) foi desenvolvido para analisar as condições e necessidades do trabalhador antes que ele possa dar início às suas atividades dentro da instituição, verificando se já existe alguma complicação em sua saúde que pode ser intensificada com a realização de atividades profissionais. Caso ocorra uma demissão, o funcionário terá que refazer todos os exames para constar se os serviços prestados durante o tempo em que ele trabalhou provocaram algum tipo de impacto à sua saúde.   

Etapa de acompanhamento

A última etapa consiste no trabalho conjunto entre a empresa e seus membros, sendo necessário que a instituição avalie constantemente a eficiência dos EPI’s, bem como, acompanhar e atualizar os materiais fornecidos para os funcionários e supervisionar se esses equipamentos estão sendo utilizados corretamente por suas equipes.

Responsabilidade das empresas de Facilities com as normas de segurança do trabalho

Diversos são os serviços que estão presentes no escopo de uma empresa de Facilities e, para cada um deles, pode haver um risco à saúde e segurança desse funcionário. Sendo assim, a empresa de Facilities deve monitorar suas operações tanto quanto qualquer outra empresa.

A princípio, é bom deixar claro que quando uma empresa age de forma imprudente com seus funcionários, vedando seus olhos às condições oferecidas no ambiente de trabalho, esses motivos podem ser o ponto de partida para que a organização sofra com algum processo trabalhista.

Dessa maneira, as empresas de Facilities devem implantar a PSST em suas operações, adotar normas que favoreçam o bem-estar dos funcionários, listar os EPI’s adequados para cada função e atentar-se aos recursos utilizados nas operações, ou seja, produtos possivelmente nocivos ao meio ambiente e à saúde do funcionário.

Segurança do trabalho é um dever de todos!

Em síntese, foi destacada a importância do papel de cada um que convive na instituição para a construção de um ambiente saudável, seguro e harmonioso. É sempre importante destacar que sem a colaboração dos funcionários, a criação de políticas de segurança não vale de nada, assim como sem a responsabilidade das empresas de elaborar um plano eficaz de segurança, não se é possível criar melhores condições de trabalho para toda equipe daquela organização.

Gostou desse artigo? Você pode acompanhar de perto temas que dizem a respeito da terceirização e os serviços de Facilities. Se quiser saber mais, acesse nosso ‘blog’ e nos acompanhe nas redes sociais.

Gostou do post? Deixe seu comentário