Sustentabilidade Ambiental no Setor de Facilities

17-jul || Sustentabilidade

Descubra nesse artigo os impactos que as ações das empresas geram ao meio ambiente e algumas soluções que caminham para a sustentabilidade ambiental, a fim de amenizar esses impactos.

As empresas possuem um papel muito importante para a sustentabilidade ambiental, o que faz com que suas ações impactem diretamente nas condições de vida das sociedades como um todo. De acordo com o site “Mulheres de Facilities”, o Brasil é o 4º país que mais gera lixo plástico no mundo e os edifícios comerciais brasileiros gastam em média 8.000 litros de água por pessoa por ano. Esses números representam uma realidade preocupante uma vez que ainda não há perspectiva de um significativo aumento de empresas engajadas na preservação do meio ambiente e no uso sustentável de seus recursos.

O país conta com um sistema de gestão de resíduos extremamente ineficiente, pecando em suas campanhas de responsabilidade social e contando com poucas empresas que adotam, ou estimulam seus funcionários a adotarem, práticas sustentáveis.

Diante de uma situação preocupante no descarte correto do lixo plástico, apenas 1,28% dos lixos que vão para a reciclagem são transformados em produtos secundários.

As conservadoras, ao gerenciarem as operações das suas contratantes, devem estar cientes de alguns procedimentos importantes que evitam a má gestão de resíduos e recursos.

Entenda mais sobre as práticas sustentáveis

A Lei nº 12.305/10 prevê que empresas geradoras de resíduos criem estratégias que ajudem a reduzir o impacto gerado por suas operações, propondo práticas como o aumento da reciclagem desses resíduos e o descarte correto dos materiais utilizados.

Atualmente, algumas conservadoras vêm se preocupando com questões ambientais, investindo em práticas que além de melhorar a produtividade, melhoram também a gestão dos recursos de suas operações.  Pode-se citar como exemplo:

  • A redução na utilização de água nas operações através do uso de equipamentos modernos que controlam o fluxo de água ou até mesmo utilizam outros recursos, como o próprio ar, para realizarem a mesma função;
  • Instalação de sensores de presença, a fim de diminuir o consumo de energia elétrica;
  • Manter em dia a manutenção de equipamentos antigos, se necessário, realizar trocas para aparelhos modernos;
  • Evitar o uso exagerado de papel, optando por aparelhos digitais.

Sustentabilidade na Prática!

O Grupo Delta Facilities, inspirado pelo trabalho do Instituto Cresce, implementou um sistema de compostagem em uma de suas operações. O objetivo da ação foi de conscientizar a comunidade local e engajar as pessoas a praticarem ações sustentáveis, mesmo que em pequena escala.

A coleta do lixo orgânico é realizada individualmente e conta com o treinamento e a capacitação dos funcionários para entenderem a fundo o funcionamento do processo de uma composteira. O resultado da ação foi extremamente positivo. O adubo gerado pelo processo de compostagem é utilizado no próprio jardim da operação, minimizando os custos que se teria com a utilização de produtos químicos na atividade de jardinagem.

Retomando o que foi dito inicialmente, ainda são poucas as empresas que realmente se engajam nessas práticas sustentáveis. Porém, foi visto que através de pequenas ações e planejamentos, o impacto causado no meio ambiente pode ser significativo. Essas práticas norteiam uma jornada à responsabilidade social. Não é impossível aplicá-las, mas é necessário persistência e conhecimento.

Curtiu essa ideia? Fique de olho nas práticas adotadas pela Delta em nossas operações! Nos acompanhe e conheça um pouco mais da nossa empresa : )

Gostou do post? Deixe seu comentário