Gestão de Facilities: Tendências do setor em 2020

As empresas de Facilities, as prestadoras de serviços terceirizados, garantem que todas as operações, sejam elas de portaria, limpeza ou conservação, sejam realizadas por funcionários especializados e qualificados.

Nesse artigo descubra as tendências que certamente serão as vertentes da área de Facilities em 2020.

O que é gestão de Facilities?

A Gestão de Facilities consiste na administração de serviços que sustentam uma organização, traçando e implementando estratégias para atividades que podem, ou não, estar dentre os principais objetivos da empresa.

Com isso, o profissional de Facilities Management otimiza os processos a serem executados, buscando trazer resultados cada vez melhores à empresa.

Estudos realizados no setor de Facilities revelam um mercado em ascensão, sendo estimada uma taxa de crescimento de 9% ao ano em países das Américas, Europa e Oceania.

Esse aumento ocorre devido à alta demanda atual por serviços terceirizados de limpeza, portaria, manutenção, entre muitos outros.

O conceito gestão de Facilities pode ser entendido, a princípio, como o gerenciamento de setores de atividades suporte da instituição. Pode-se exemplificar como atividades de apoio os serviços de limpeza, vigilância, manutenção, dentre outros.

Dessa forma, ao abordar o termo terceirização de Facilities, entende-se que empresas especializadas nesses tipos de serviços se tornam responsáveis pela gestão das atividades de Facilities da empresa contratante.

Instituições dos mais variados tamanhos, bem como, hospitais, escolas, indústrias e condomínios, tendem a apresentar demandas crescentes pela terceirização de Facilities, podendo, ou não, contratar mais de uma opção desses serviços.

Observando o hábito de contratação de diversos serviços terceirizados por grandes empresas, chega-se ao assunto que será abordado no artigo de hoje: a gestão de Facilities integrada.

O que é exatamente a gestão integrada de Facilities?

A gestão de Facilities integrada pode ser compreendida como o gerenciamento conjunto de serviços. Quando contratada, a empresa de Facilities deve gerenciar os serviços designados.

Desse modo, a gestão inclui: recrutamento de pessoas; capacitação; monitoramento das atividades realizadas; conservação da infraestrutura da organização; manutenção de equipamentos e análise de resultados.  

Esse sistema centraliza a gestão dos serviços terceirizados no comando de uma única prestadora de serviços, podendo citar, como exemplo, a realização da contratação de atividades como limpeza, segurança e portaria.

Neste caso, ao invés de se optar pela contratação unitária desses serviços, é possível que se contrate apenas uma empresa para prestá-los.

Tendências do setor Facilities em 2020

Tendência 1: Recomendações COVID-19 

Considerando a classificação da situação mundial do novo coronavírus (COVID-19) como pandemia, seguem recomendações do portal de Compras do Governo Federal para contratos de prestação de serviços terceirizados:

  • Notificar as empresas contratadas quanto à necessidade de adoção de meios necessários para intensificar a higienização das áreas com maior fluxo de pessoas e superfícies mais tocadas, com o uso de álcool gel (maçanetas, corrimões, elevadores, torneiras, válvulas de descarga etc.);
  • Solicitar que as empresas contratadas procedam a campanhas internas de conscientização dos riscos e das medidas de prevenção para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (COVID-19), observadas as informações e diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde;
  • Proceder a levantamento de quais são os prestadores de serviços que se encontram no grupo risco (portadores de doenças crônicas, histórico de contato com suspeito ou confirmado para COVID-19 nos últimos 14 dias, idade acima de 60 anos etc.), para avaliação da necessidade de haver a redução ou substituição temporária na prestação dos serviços desses terceirizados.

Tendência 2 Integrated Facility Management  – IFM

Por que o aumento desse setor?

O Gerenciamento Integrado de Instalações – IFM é um método de consolidação de todos os serviços e funções de instalações de uma empresa sob uma equipe terceirizada de especialistas.

Isso simplifica a comunicação e a tomada de decisões entre líderes das corporações e o Gestor de Facilities, no sentido de aumentar a eficiência de suas instalações  e  operações diárias.

Independentemente do setor, a maioria das empresas exige o Gerenciamento Integrado de Instalações – IFM em alguma especialidade.

Algumas organizações necessitam de uma equipe inteira de profissionais especializados. Outras podem necessitar de apenas uma ou duas pessoas encarregadas de gerenciar os assuntos das instalações.

Essa é uma grande tendência para o ano, pois os clientes querem cada vez mais facilidade na complexa gestão de contratos de fornecedores e prestadores de serviço.

Contratar uma única companhia que preste variados serviços simplifica a operação e controle dessas atividades, além de favorecer uma comunicação mais clara e um relacionamento mais próximo no dia a dia da organização.

Tendência 3: Responsabilidade social e ambiental

As organizações não querem ver sua imagem relacionada a fornecedores que tenham princípios divergentes dos seus ou que não ajam de acordo com os propósitos e valores estabelecidos.

Jamais será tendência escândalos que surgem na mídia, relacionando empresas e seus respectivos fornecedores a prejuízos ambientais ou à discriminação. A sociedade não faz diferença entre uma e outra empresa quando situações desagradáveis ocorrem.

A tendência que se segue é que as empresas de Facilities se destaquem também pela preservação do meio ambiente, pelo respeito e  pelo direito do colaborador.

Isso porque o âmbito social está relacionado à promoção de condições dignas de trabalho e a um respeito pelo bem-estar e direitos, não somente dos próprios colaboradores, mas também dos funcionários do cliente e pela comunidade do entorno.

Quanto à questão ambiental, as empresa de Facilities deve prezar pela adoção de medidas e práticas sustentáveis e pela preservação do meio ambiente.

Tendência 4: Inovação

Talvez a maior e mais importante tendência. Mas isso não quer dizer que não seja um dos maiores desafios para o setor de Facilities.

As inovações tecnológicas estão aí, já não causa estranheza a ninguém.

Por esses motivos, as empresas de Facilities devem já se programarem para, ao oferecer a prestação serviço, se enquadrarem perfeitamente à inovação tecnológica.

Por sua vez, os clientes estarão ávidos por essa nova tendência, pois eles sabem que, ao contratar um empresa avançada e tecnológica, a terceirização só vai aprimorar e deixar seus serviços e produtos mais ágeis, inteligentes e eficientes.

A Cloud Computing, por exemplo, já está presente em muitas organizações e vem ganhando cada vez mais força, inclusive no mercado de Facilities, para controle da operação, informações, gestão de custos e rotinas de trabalho.

Assim sendo, a Inteligência Artificial já pode atuar no sentido de entender e prever necessidades por parte dos clientes, a partir de análises preditivas, ou até em serviços de atendimento, com o uso de agentes virtuais.

Porém, a inovação não está atrelada somente ao uso de tecnologias. Inovação significa pensar e agir de maneira diferente.

Significa também refletir sobre o que vem sendo feito e como vem sendo feito, de forma a identificar oportunidades para novos produtos, serviços ou até para, simplesmente, fazer o mesmo de forma diferente do usual.

Mercado de Facilities no Brasil 2020

É fato que houve uma expansão em diversos segmentos econômicos do Brasil. Com isso, o resultado foi um outro tipo expansão: o da área de Facilities.

Embora o surgimento do setor de Facilities tenha crescido em pouco tempo, já é possível prever mais crescimento em 2020.

Esse resultado advém do fato de que as empresas de Facilities promovem redução de custos, agilidade, entrega de serviços mais eficazes e  aumento de produtividade e inovação.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Facilities – ABRAFAC, a área já se configura como a segunda maior linha de investimentos das empresas brasileiras.

Para o presidente, a demanda é muita grande. O crescimento do setor se faz por se tratar de uma oferta com ampla demanda, pois conta com serviços de suporte essenciais para a boa gestão de negócios e, consequentemente, do número grande de profissionais, uma vez que a área de atuação pode se dar em edifícios de grandes corporações, em hotéis, shopping centers, edifícios comerciais, condomínios, aeroportos, hospitais, indústrias e instituições de ensino.

As duas principais razões para a terceirização de serviços é o aumento da produtividade e o conquista de resultados melhores no negócio. Veja o gráfico abaixo de uma pesquisa realizada pela Deloitte, que mostra os principais motivos que as empresas investem na gestão de facilities:

Deloitte’s 2016 Global Outsourcing Survey (Maio 2016)

A gestão de Facilities pode ser uma boa estratégia para a minha empresa?

A centralização dessa gestão pode gerar inúmeros benefícios para as empresas que contratam esses serviços e, consequentemente, para seus gestores.

Porém, a instituição deve ter em mente a estratégia que deseja traçar.  Pode-se destacar entre os principais benefícios:

Redução de custos

Se uma empresa optar por um único contrato, existirá a diminuição de custos adicionais presentes nos contratos com diferentes prestadoras de serviços.  Os custos com materiais e recursos a serem utilizados nas operações poderão, também, diminuir.

A gestão desses materiais será realizada por uma única empresa, sendo assim, o processo de mapear as atividades das operações e recursos a serem utilizados certamente contribuirá para que haja a diminuição dos gastos.

Gerenciamento de tendências e novas tecnologias

A supervisão realizada nas operações para análises de desempenhos será realizada de forma personalizada. Porém, será seguido o padrão de qualidade em todos os diferentes serviços contratados.

Também será necessária a adoção de novas tecnologias para os setores terceirizados. De acordo com a demanda de cada cargo, será desenvolvido um sistema que padronize as técnicas e equipamentos utilizados em cada setor.

Um setor não será mais desenvolvido que outro, como exemplo, os setores de limpeza contarão com técnicas e equipamentos avançados da área, bem como, o setor de manutenção também contará com equipamentos atuais, diminuindo os riscos e diferenças na qualidade dos resultados finais.

Maior eficiência

Funcionários terceirizados de diferentes posições serão capacitados de acordo com suas funções pelas empresas de Facilities. Dessa forma, a capacitação contribuirá na construção de resultados eficientes e satisfatórios nas operações das empresas contratantes.

Gostou desse artigo? Confira nosso ‘blog’ e descubra vários outros artigos voltados à produtividade, tecnologia e terceirização de serviços.

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Conversa
Precisa de ajuda?