Quais são as diferenças entre limpeza, higienização, sanitização, desinfecção e esterilização?

Entenda a diferença entre limpeza, higienização, sanitização, desinfecção e esterilização

Hoje, mais do que nunca, a preocupação com  a limpeza está no centro das discussões. Isso porque a pandemia do novo coronavírus, que se instaurou em toda sociedade, está bastante associada à limpeza e à higiene.

Quanto mais limpo o local for, quanto mais cuidado cada um  tiver, mais difícil fica a proliferação do vírus, principalmente em locais amplos com fluxo extenso de pessoas, como nas corporações,  hospitais e comércios, entre outros.

Preocupado com o bem-estar da sociedade, Grupo Delta Facilities oferece este artigo para explicar a diferença entre limpeza, higienização, sanitização, desinfecção e esterilização

Limpeza

limpeza de vidros bh

A limpeza se caracteriza por dissolver a sujeira em água. É por meio da limpeza que se elimina todos os materiais indesejáveis, como resíduos alimentares, microrganismos, incrustações, gorduras, dentre outros que se concentram em vários tipos de equipamentos e utensílios.

Vale ressaltar que a limpeza é a primeira coisa a se fazer para que outros processos ocorram de maneira eficaz, como higienização, sanitização, desinfecção e esterilização. Na verdade, a função da limpeza é a de preparar o ambiente ou objeto para produtos mais fortes que virão depois dela, de forma a remover toda a sujeira da superfície.

A limpeza é um processo que pode ser feito tanto manualmente como por meio de máquinas, preferencialmente por empresa especializada.

Se for utilizado um produto químico no processo convencional de limpeza, com esfregação e enxágue, há uma redução de até 60% de microbiologia. No entanto, somente a limpeza não é o suficiente para eliminar vírus e bactérias.

Higienização

Por sua vez, o processo de higienização corresponde ao processo que envolve a limpeza seguida da desinfecção. Quando se fala em realizar uma higienização, você pode entender que a pessoa está fazendo uma limpeza, retirando as sujidades do ambiente, e que na sequência irá aplicar desinfetante, realizando uma desinfecção.

Desinfecção

 

O processo de desinfecção de um ambiente consiste no uso e na aplicação de um desinfetante de uso geral, produto que busca eliminar das superfícies 99,999% dos germes, bactérias e vírus, assim como o Sars-CoV-2, causa da Covid-19, reduzindo-os a níveis não patogênicos, com um tempo médio de contato de 10 minutos.

O método da desinfecção consegue eliminar quantidade considerável de organismos causadores de doenças. Essa prática é classificada em vários níveis e ainda possui alguns fatores que influenciam na eficácia da sua operação. Vejamos:

  • Se uma limpeza não foi feita adequadamente,
  • mal uso da solução germicida,
  • desníveis da temperatura e do pH do processo.

Sanitização

sanitização é um processo mais apropriado à indústria alimentícia e prevê o uso de sanitizantes específicos, que eliminam níveis de componentes microbiológicos. Esse processo não se aplica ao dia a dia “comum”, pois obedece a regras diferentes da desinfecção.

Esterilização

A esterilização é um mecanismo que destrói todos os organismos patogênicos, por exemplo, as bactérias, os fungos, os esporos e os vírus, por meio de uma aplicação de agentes físicos, químicos e físico-químicos.

Esterilizar um ambiente significa efetuar a eliminação total de germes, inclusive seus esporos, por meio de processos físicos ou químicos bastante agressivos e restritos. É um processo utilizado em situações em que é necessária a máxima segurança, como em salas cirúrgicas de hospitais ou em locais de biossegurança, com a eliminação total dos microrganismos.

Existem dois métodos de esterilização, em que pode-se avaliar o material a ser submetido ao processo, levando em conta sua natureza e a resistência do mesmo ao calor, ao vapor ou aos dois, se for o caso. São eles:

  • Esterilizantes físicos: autoclaves, estufas, pasteurizadoras, radiação ultravioleta, raios Gama, flambagem;
  • Esterilizantes químicos: aldeídos, ácido peracético, muito usado no reprocessamento de dialisadores e endoscópios.”

Para ambientes residenciais e empresas em geral, é recomendado o processo de higienização, ou seja, uma limpeza seguida de desinfecção. Os outros processos descritos aqui são mais específicos e costumam ser necessários em ambientes com demandas especiais, como indústrias alimentícias e instituições de saúde.

Vale acrescentar que é muito importante manter o ambiente residencial e de trabalho limpo, organizado e em respeito a todas as medidas de saúde e segurança. Esse cuidado proporciona, além do bem-estar de quem está no ambiente, a eliminação de bactérias que podem ser nocivas a saúde humana.

No momento atual, mais que nunca, é essencial se manter alerta para a proliferação de vírus e bactérias. Apenas trabalhando juntos que seremos capazes de vencer os desafios que estamos enfrentando.

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Conversa
Precisa de ajuda?